Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

A noite dentro do peito

Lindolfo Cunha | 08.09.17
«Capacita-te que foi o fim» Pensava ela todas as noites agarrada àquela almofada branca com ligeiros tons amarelados das lágrimas que caíam na escuridão. Tinha perdido a sua identidade, a (...)