Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Só te quis amar

Caio!

Parece não existir fim.

Tudo parece perfeitamente imperfeito.

Não acredito, não quero acreditar mais.

Não tenho porque lutar, não tenho nada mais para vencer.

Acreditei.

Fizeste-me desacreditar.

Desisti.

Caio. Caio e parece não ter fim.

Ajuda-me.

Mas sinto que não preciso de ti.

Grito.

Não me ouves, não te quero ouvir.

Porquê?

Não tinha que ser eu. 

Não fui importante para ti, tento que não sejas para mim.

Tento.

Só te quis amar.

Nada valeu.

Grito novamente.

Caio.

Mergulho.

Estou desesperado.

Onde é o fim?

Acho que já lá cheguei.

A culpa foi minha, o fim foste tu.

 

black-and-white-body-boy-235355.jpg

Foto de: Vic Tor