Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

O outro lado da sombra

Quem foste tu? A que me fez acreditar que o amor existia, que me fez sonhar sem medo que o despertador tocasse? Que me arrepiou com toques, sorrisos tão brilhantes que me ofuscava o olhar. Quem foste tu que me protegeu só com um abraço? Que me fez voar na minha fantasia por entre beijos e ternura. Quem foste tu que beijou os meus lábios, os mordeu, que usou cada centímetro do meu corpo? Que se deitou no peito respirando profunda e calorosamente sobre ele. Quem foste tu que me olhou com um olhar fiel e entrelaçou os braços nos meu corpo esperando um amanhecer? Quem foste tu que passou a mão no meu cabelo admirando-me até conseguir adormecer? Que me fez acreditar que o amanhã iria ser ainda mais prometedor. Quem foste tu que me fez ficar ansioso com a chegada e com desespero da partida? Que me deu a mão e fez-me perder medo do escuro. Quem foste tu que me acordou com um “bom dia” e me aconchegou num “boa noite”? Que me deu a oportunidade de acreditar e sonhar. Quem foste tu que conseguiu que os meus sentimentos transcendessem todo o meu ser? Que me sussurrou no ouvido que me amava. Diz-me só, quem foste tu? Não te consigo de ver ao meu lado, onde estás tu?

received_10210028742903028.jpeg

 

Foto de: Sara S.