Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Não me arrastes mais

Pára não me arrastes mais, não consigo.

Quero voltar a acreditar. Quero ser tocado, quero sentir.

Não, eu não aceito que me arrastes mais. Estou confuso, quero sossego quero a minha paz.

Perdoa-me por não conseguir suster este amor mas não consigo mais acreditar. Estou completamente perdido. Tal como tu.

Onde ficaste tu perdida na nossa vida?

Peço-te só que não me arrastes mais, que não me alimentes a esperança. Não quero mais viver este falso amor. Sinto que te adio. Não estou preparado para ficar sozinho. Não queria, não imaginei isto para mim.

As palavras saídas da tua boca deixaram de fazer sentido para mim. Tento de uma forma intensa acreditar mas simplesmente desacreditei.

É tudo incoerente.

Ainda te amo mas estou a deixar de o sentir. Nada vale mais a pena.

Imploro-te! Não me arrastes, não me sinto mais capaz. Deixa-me viver, deixa-me respirar.

Larga essa mão apertada que me domina.

Não sou mais teu.

SÓ TE AVISO MAIS UMA VEZ!

Largas-me tu ou largo-te eu?

 

adult-background-beach-296282.jpg

Foto de: Lukas

1 comentário

Comentar post