Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Ensinas-me a amar?

Entraste abruptamente na minha vida, nem sequer limpaste os pés. Deixei que me percorresses, sabendo que já me estavas a marcar com as tuas pegadas.

Eras tão perfeita que me fez esquecer tudo.

Era incontrolável a saudade que sentia com a tua ausência. Comecei a apaixonar-me por aquilo que eras, que me fazias sentir.

Cada vez mais próximos, mais íntimos, tudo tão irreal na minha mente. Será que me conseguias amar?

Nunca fui muito dado ao amor desde criança, mesmo assim acredito.

Num momento desajeitado os nosso lábios tocaram-se, a tua pele era tão macia, tão delicada. Tinha o coração na garganta, ficou difícil de respirar, a minha boca secou, o meu corpo tremia em choque. Nunca antes ninguém me beijara, não te consegui dizer.

Nunca te consegui pedir ajuda, acreditei que sozinho iria conseguir, pensei que era fácil. Não, não o foi!

Pudesse eu ter mais abertura, mais autoestima, são reflexos do meu passado marcado. Luto com eles e tento que não me dominem, é uma luta diária e sei que um dia irei vencer.

Só preciso alguém que seja paciente comigo, que me ensine a amar e a lidar com o amor.

Como recompensa terá o meu coração, a minha dedicação, será parte de mim.

Só preciso de uma mão apertada na minha para ultrapassar estes obstáculos e juntos vencermos. Um dia olharemos para trás e sorriremos. 

No meu modo inocente escrevo num papel e dobro-o em oito partes.

"Ensinas-me a amar?"

 

21764434_10209983209484721_807788785_o.jpg

Foto de: Sara Soares

1 comentário

Comentar post