Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Doido de amor

Pensas que sou doido por continuar a pensar em ti.
Sou doido por pensar em ti todas as noites antes de dormir, questionar se estás a sofrer tanto quanto eu.
Pensas que sou doido por continuar a fantasiar com um passado que não é mais que recordações. Seria um doido perfeito.
Pensas que sou doido por guardar o teu lugar na minha cama, no meu coração, na minha vida. Fico-o cada vez que ouço o meu telefone a tocar na esperança que sejas tu.
Talvez seja mesmo doido ao acreditar que este presente não passa de um pesadelo e que vais surgir e me abraçar a qualquer instante. Não quero ver nada, é o que faz ser doido. Na minha fantasia, na minha doidice tudo parece perfeito. Talvez não o seja.
Pensas que sou doido por não conseguir superar a tua ausência.
Sim, tens razão.
Sou doido.
Um doido que carrega a angustia de te querer e não te poder ter. Não por minha culpa, é a minha doidice.
Sou um doido que sente uma saudade tão constante que me coloca na cama a observar aquele teto branco durante horas.
Fico um doido inutilizado a pensar em ti.
É um doidice que não me faz sorrir, que me deixa sem forças para viver, uma doidice que não me deixa ser eu. Pensas que sou doido por querer sentir novamente a tua mão no meu corpo. Sim, definitivamente tens razão. Ou não.
Estou tão doido que já não sei definir a doidice.
Pensas que sou doido porque não consigo dormir, alimentar-me ou socializar. Não devia estar assim por uma mulher. Dizem os meus amigos que são doidos.
Amei-te, iniciei assim a minha doidice.
Ainda pensas que sou doido?
Penso que sim embora ache que não.
A minha doidice é amor.
 

alone-dawn-depth-of-field-734479.jpg

Foto de: Sameel Hassen 

 
 

1 comentário

Comentar post