Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Desculpa, sei que não sou perfeito

Há escuridão que ninguém consegue ver,

Tentam.

Existe um sorriso a transcender.

Tenho uma emoção a devastar.

Se vejo alguém em baixo, tenho sempre uma palavra para dar.

Há que acreditar, nestes dias que parecem não ter fim.

Parecem ser bons para o mundo todo, menos para mim.

Arrasto-me dia-pós-dia.

O meu anjo da guarda puxa-me, é a minha filha a minha alegria.

Nada fez para me merecer assim.

Não me julga.

Liberta o que melhor há em mim.

Tento dormir, já não aguento.

Todos me dão soluções mas desconhecem de todo este apoquento.

Não deveria ser assim.

Eu sei, já muita gente me disse!

Não peço muito, só te queria perto de mim.

Partiste e nada parece fazer sentido.

Volta para mim, fica comigo.

Desculpa, sei que não sou perfeito.

Pudesse eu ser indiferente e não te carregar no meu peito.

Vou continuar com este desapego.

Continuam a perguntar se ainda te amo.

Claro que sim, não o nego.

Ficas desde já a saber:

Amei-te muito.

Só agora o consigo perceber.

Esta escuridão vai passar.

Mesmo que sozinho, ainda tenho muitas cartas para dar.

 

adult-arm-art-326559.jpg

 

Foto de: Pixabay