Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Cheiras bem

Onde estás tu nesta noite estrelada?

Perdi-me. Vagueio.

Vejo pessoas, não passam de sombras.

Sinto-me só. Sinto-me sozinho neste mundo de imagens distorcidas e sons irritantes.

Nada faz sentido para mim, deixou de fazer.

Onde estás tu nesta noite? Não te vejo.

Quero-te sentir. Anseio.

Tenho saudades tuas. Desespero.

Grito. Acalma-me.

Vem para o pé de mim, não consigo viver sem ti.

Não tenho mais conversa para dar a este chão cinzento e sujo. A cabeça não se ergue, deixei de ter forças para me sustentar.

Será que há a possibilidade de viver sem amor? Não me sinto mais capaz de amar.

Quero muito acreditar. Não consigo.

Sou teu. Pertenço-te.

Fecho os olhos e fantasio.

Como estás linda ao meu lado. Respiras as flores deste manto colorido neste jardim que nos faz sentir livres, confiantes e felizes.

De todas as flores que vejo és a minha favorita.

Não posso mais viver na fantasia mas é lá que sou feliz.

E é no meio deste mundo estranho e complexo que continuo a sonhar contigo.

Sonho com a minha flor, sonho contigo.

Cheiras bem.

 

barefoot-basket-blooming-413707.jpg

Foto de: Pixabay